Acidentes na Sapucaí ganham repercussão internacional

0
228

RIO – Os acidentes envolvendo os carros alegóricos das escolas de samba Paraíso do Tuiuti e Unidos da Tijuca, que deixaram feridos na Marquês de Sapucaí, ganharam repercussão internacional. O jornal “New York Times” disse, por exemplo, que o motorista do carro da Paraíso da Tuiuti “misturou-se com o resto da escola de samba e saiu da avenida durante o desfile”. O periódico destaca ainda que o condutor foi identificado logo após, dando início às investigações.

Ainda segundo a publicação, o pavimento do Sambódromo estava molhado por causa da chuva, que caiu no início dos desfiles de domingo, deixando os carros alegóricos mais difíceis de serem guiados.

Já em relação ao acidente com a Unidos da Tijuca, o jornal publicou uma declaração dada por um dos diretores da escola, relatando que testes eram feitos três vezes por semana, e com mais peso do que o carregado no dia do desfile.

A mesma notícia cita o incidente menor com a escola de samba Mocidade Independente de Padre Miguel, na segunda-feira, quando uma plataforma desprendeu-se e deixou uma das destaques cair no chão.

O argentino La Nación citou o trabalho do serviço de seguraça do Sambódromo para afastar as pessoas e facilitar o resgate dos bombeiros e a chegada das ambulâncias. O jornal aborda ainda o drama dos componentes da Unidos da Tijuca que estavam no carro alegórico. Segundo a publicação, algumas pessoas ouviram um barulho muito alto. “Parecia uma explosão. As pessoas começaram a despencar e algumas ficaram presas nas ferragens”, disse um componente.

O “The Washington Post” observou que o carro alegórico da Tijuca era inspirado no carnaval da cidade norte-americana de Nova Orleans. O periódico cita que o desfile teve que ser parado por quase 25 minutos para que os feridos fossem atendidos. Já em relação ao acidente com a alegoria da Tuiuti, a publicação faz referência à gravidade de alguns ferimentos e à declaração oficial da escola, afirmando que “prestará assistência às vítimas deste incidente irreparável”.

O acidente mais grave aconteceu no primeiro dia, durante o desfile da Paraíso do Tuiuti, quando 20 pessoas foram imprensadas por uma alegoria desgovernada. O carro bateu na grade do setor 1 no momento que fazia uma curva, e atingiu as pessoas que estavam no local. Três pessoas continuam internadas. Já na segunda-feira, o acidente aconteceu no início do desfile da Unidos da Tijuca, no segundo carro a entrar na Marquês de Sapucaí. O último andar da alegoria veio abaixo, ferindo alguns dos componentes que nela estavam.

Fonte:Extra.com

Deixe uma resposta